ACOntábil - Contabilidade em Lavras

  • Grey Instagram Icon
  • Grey Facebook Icon
Contato
NÓS Digital | Criação de Sites em Lavras

Como a organização financeira pode te ajudar a ter sucesso em sua empresa?

De acordo com dados do SEBRAE, cerca de 40% das empresas de pequeno e médio porte que abrem no Brasil fecham as portas já nos dois primeiros anos de vida. Mas existem estratégias que podem ajudar a empresa a superar os desafios iniciais e ter condições de se manter, o planejamento financeiro é uma das principais. Seguem algumas dicas capazes de ajudar sua empresa a ter um bom planejamento financeiro.


Despesas pessoais não devem se misturar com as da empresa

É comum que os empresários e empreendedores iniciantes misturem as constas da empresa com as contas pessoais e fazer retiradas de valores da empresa sem planejamento. O correto é nuca misturar as coisas! As despesas e os lucos obtidos são da empresa, e são destinados exclusivamente para sua própria manutenção.

As retiradas para o empresário e para os sócios devem ser por meio das retiradas de pró-labore, das retidas planejadas no orçamentos e da divisão dos lucros e dividendos da empresa.

Isso ocorre principalmente nas empresas familiares, e pode levar na prática a uma desestruturação das contas da empresa e déficits operacionais na orçamento.

Manter um fluxo de caixa

O fluxo de caixa permite ao empresário controlar todas as movimentações financeiras da empresa. Nele devem ser registrados todas as vendas, os pagamentos a fornecedores, despesas com funcionários e despesas operacionais.

Fazendo um acompanhamento constante da situação da empresa é fundamental para a tomada de decisão, e pode evitar que se perca o controle .


O capital de giro não deve se misturar com o capital de investimento

O capital de giro é a reserva de capital que a empresa deve manter para arcar com as despesas correntes caso possua um prejuízo inesperado ou tenha despesas extras. Devem mante-lo pois é ,comum que as empresas sofram dificuldades financeiras no início da vida , durante o período em que estão se consolidando no mercado.

Já o capital de investimentos é uma reserva destinada para investimentos na empresa, como máquinas, equipamentos, reformas ou ampliações, contratação de pessoal e etc. Contudo, quando aplicado pode ter um retorno de médio a longo prazo, não trazendo resultados de imediato.

Por este motivo, não se deve aplicar o capital de giro em investimentos, para evitar que a empresa não tenha recursos para se manter em casos de dificuldades financeiras momentâneas.


Controlar as dívidas e se atentar aos juros

É aquase inevitável não contrair dividas nos anos iniciais de um negócio, as despesas inciais são muitas e nem sempre se tem o montante total para quitar todas as despesas a vista. O problema não está em contrair uma dívida, mais sim geri-la corretamente.

Sempre priorizar quitar as parcelas dentro dos prazos estabelecidos, evitando juros e encargos que podem se acumular com o tempo. Caso entre em inadimplência e ocorra acúmulo de juros, sempre procurar negociar com o credor condições e descontos que possibilitem a quitação dos débitos, evitando deixar que os encargos cheguem a patamares insustentáveis.


Manter uma planejamento orçamentário

Planejar corretamente no que gastar, como ,gastar e quando gastar, fazendo tudo com base nas reais possibilidades financeiras da empresa também é um fator chave para a estabilidade da empresa.

Buscando sempre manter um equilíbrio de recitas x despesas para evitar um descontrole geral das finanças.


25 visualizações